22/08/2014

Como aproveitar a tecnologia na Educação

A forma de passar conhecimento, de discutir um assunto e elucidar dúvidas tem ganhado um suporte que pode acrescentar muito nos resultados do ensino, a tecnologia.
A diferença é saber usar e explorar suas várias ferramentas. A grande vantagem é que o jovem está continuadamente usando e ligado a toda parafernália eletrônica e para ele é um ambiente cada vez mais confortável e aí é o grande diferencial, a possibilidade de unir qualidade de informação e interesse pessoal.
O primeiro passo é ter acesso à ela e buscar uma contribuição direta para o ensino. Mas para isso os professores devem estar hábeis para usar as plataformas e saber expandir o conteúdo através de estratégias de aprendizagem.
Reconhecer a potencialidade que existe e trazer para sala de aula. Em muitas escolas ainda há a barreira financeira, que não permite investimento, mas algumas mudanças podem ser pontuadas. As práticas de Tecnologias de Informação e Comunicação já criam volume e profissionais tentam alertar a sua importância.
Formas de unir tecnologia e educação
Ao pensar no assunto, o primeiro pensamento é o uso do computador e internet. Este pode representar bem o tópico, além de outras ferramentas importantes neste desenvolvimento. Até o site de busca mais usado, o Google, desenvolveu um espaço para uso em escola, ainda sem versão em português, chamado Google Play for Education. Um espaço para ajudar os professores a encontrar conteúdo educativo para ser usado em tablets, especialmente para ensino básico.
No aprendizado de idiomas é impensável a prática sem ajuda de tecnologia, seja em áudio ou em exercícios interativos. Um curso de inglês fica bem mais interessante através do uso de aplicativos, feitos para ajudar e facilitar o desempenho e avanço em línguas estrangeiras, confira uma lista desses aplicativos desenvolvidos para língua inglesa no site Cursodeingles.net.
Na educação infantil os sons e imagens correspondem a um adicional e provocam nas crianças uma atenção maior do que em formas convencionais. E neste ponto é um grande diferencial porque mantém a atenção dos pequenos, sempre tarefa difícil.
A fala do professor diante de uma turma sempre será necessária, entretanto as dinâmicas de acordo com a pedagogia da escola agregam valor e potencializam a interação e participação dos alunos e professor.
Matérias como biologia e geografia ganham vida com vídeos, simulações e demostrações em 3D. Em biologia esses materiais permitem a compreensão da anatomia e fisiologia facilmente com animações.
Da mesma forma a matemática e geometria ganham forma através de demonstrações de teoremas e leis em 3D, facilitando o raciocínio dos estudantes.

Que tecnologia você usa em sala de aula?

4 comentários:

Beth Klock disse...

Avaliação de olho na evolução da escrita do aluno. Este é o objetivo do Redação Nota 1000, uma plataforma online de prática e de correção de redação. O aluno não recebe apenas uma nota, mas um laudo completo, com análise por competência, pontos fortes e fracos e sugestões sob medida para a reescrita e melhoria do texto. A escola recebe diagnósticos detalhados e evolutivos das classes, que auxiliam a detectar pontos que mereçam atenção. O professor, livre da tarefa de corrigir grandes volumes de redação, tem mais tempo para focar o conteúdo em sala de aula e conta também com um banco de temas para trabalhar com seus alunos. Convido-os a conhecer: www.redacaonota1000.com.br

Beth Klock disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nathalia Pereira disse...

Excelente esse blog, eu comecei esse ano a trabalhar na http://www.brushup.com.br/ e achei as informações deste blog super úteis ao meu trabalho.

Dielson Costa disse...

Muito bom!
Excelente esse blog.
Sobre o mesmo assunto temos este blog aqui que é excelente: ticsdapedagogia.blogspot.com